Hacker Cidadão 8.0
Inscrições Encerradas

TEMÁTICA

Recife - Minha cidade em 15 minutos

HackaViz

O tema do evento é "Minha cidade em 15 minutos", a ideia vem da necessidade crescente de encontrar novas maneiras de pensar e defender a transição ecológica e foi formulada por Carlos Moreno, professor da Universidade Paris-Sorbonne.

O conceito de Moreno trabalha com seis áreas principais da vida cotidiana: moradia, trabalho, saúde, suprimentos, aprendizagem e lazer. Para o professor, nas grandes cidades, estes aspectos devem ser acessíveis a quinze minutos a pé ou de bicicleta a partir de qualquer ponto da cidade. O objetivo é tornar a vida mais pacífica para os cidadãos desses centros urbanos e devolver-lhes o tempo que lhes falta.

Para isso, a Cidade de quinze minutos tem duas frentes: a primeira é reduzir as emissões de gases de efeito estufa, incentivando as pessoas a usar meios de transporte sustentáveis; o segundo é desenvolver as comunidades locais. A intenção do projeto é imaginar uma cidade mais sustentável, mais humana, mais acessível e com fortes relações sociais entre seus habitantes.

Política Pública Associada

O desafio tem como intuito pensar a disponibilidade de serviços públicos que contribuem para a melhora da qualidade de vida, assim como a distribuição desses serviços na cidade. Consequentemente, o tema pensa as políticas municipais de urbanismo, acessibilidade e acesso à cidade.

Como podemos transformar dados brutos em informações visual para o problema proposto ?

O desafio propõe mapear o acesso a serviços essenciais da vida cotidiana em Recife com o intuito de implementar a cidade de 15 minutos, auxiliando cidadãos na obtenção das informações e/ou contribuindo com a criação de uma ferramenta de tomada de decisão para os gestores da cidade

Personas

  • Após tomar conhecimento das ideias do urbanista Carlos Moreno, Maria está convencida de que a proposta é uma solução necessária e viável para a sua cidade, Recife (PE).

    Após tomar conhecimento das ideias do urbanista Carlos Moreno, Maria está convencida de que a proposta é uma solução necessária e viável para a sua cidade, Recife (PE).

    Mesmo após diversas reuniões com amigos e colegas de trabalho, as ideias de Maria ainda não ganharam a importância que ela acha que merece. No entanto, tudo poderá mudar para a jovem cidadã recifense: ela conseguiu uma reunião com um dos responsáveis pelas políticas municipais de urbanismo. Para a reunião, Maria precisa convencer seu interlocutor e lhe apresentar um documento formal explicando o contexto, motivações e implementabilidade do projeto.

    Ajude a Maria a produzir esse documento, realizando análises e representações necessárias que respondam os seguintes questionamentos:

    • Quais equipamentos e infraestruturas são essenciais para a vida urbana que devem estar disponíveis em um raio de 15 min de caminhada? Lembrando que Carlos Moreno considera os principais eixos essenciais para uma cidade de 15 min: moradia, trabalho, saúde, lazer, suprimentos e aprendizagem. E no caso de Recife, seriam os mesmos? Se não, quais seriam?
    • Uma cidade de 15 minutos é o mais adequado para Recife? Ou seria uma cidade de 5, 10, 20 ou 30 minutos?
    • Considerando a realidade de Recife, como estão distribuídos esses serviços, infraestruturas e outros elementos que compõem os eixos essenciais?
    • Quem são os moradores de cada região da cidade? Como se caracterizam os recifenses, quais as dificuldades e desafios?
    • Por fim, quais seriam os primeiros passos para implementar uma cidade de 15 minutos em Recife? Apresente algum encaminhamento inicial da forma que achar pertinente, seja estabelecer um plano de ação, propor uma nova tecnologia, projeto, plataforma, solução, etc.


    Além da obrigação de apresentar um documento formal, o desafio consiste em imaginar e elaborar suporte gráfico/visual para que um gestor público possa aplicar a cidade de “15 minutos” em Recife. Apresente as análises do modo que achar melhor, seja em forma de mapa de calor, mapa interativo, diagramas etc.


PRÊMIOS

Total de R$6.000,00 (Seis mil Reais) em premiação.

1º Colocado
R$2.500,00

Dois mil e quinhentos Reais para o primeiro colocado.
2º Colocado
R$2.000,00

Dois mil Reais para o segundo colocado.
3º Colocado
R$1.500,00

Um mil e quinhentos Reais para o terceiro colocado.
Continuidade do Projeto (Bolsa)
Até R$ 10.800,00

Valor total pago em bolsa ao 1º Lugar ao longo dos 2 meses.

Total de R$6.000,00 (Seis mil Reais) em premiação.

Caso a equipe vencedora (1º Lugar) deseje continuar evoluindo com a solução, incorporando-a em plataforma definida pela Emprel, poderá receber bolsas de R$ 900,00 por integrante, pelo período 2 meses.

  • Valor mensal da bolsa: R$ 900,00 para cada bolsista
  • Quantidade máxima de bolsistas: 6 por equipe
  • Período máximo das bolsas: 2 meses
  • Valor total pago em bolsa por equipe/temática ao longo dos 2 meses: R$ 10.800,00

Sobre o evento

O Concurso ocorrerá este ano em formato Online, em plataforma definida pela organização do evento. A organização do evento, antes da data inicial do Hacker Cidadão (30 de novembro de 2020), irá enviar por email os passos e procedimentos para acesso a plataforma a ser disponibilizada aos participantes.

A maratona terá início dia 30 de novembro de 2020 e irá até o dia 12 de dezembro de 2020.

cronograma

Abertura

Formação das equipes

Keynote #01

Análise de dados públicos com Python / Exemplos de dataviz

Keynote #02

Mobilidade e gestão a partir de dados

Keynote #03

Visualização e design de dados

Check de Mentoria

Keynote #04

Dataviz e Ciência de Dados

Keynote #05

Co-criação de solução de dados com a Sociedade Civil

Keynote #06

Submissão de projetos

Prazo final para submissão de projetos

Encerramento

Curadores

Keynotes

Mentores

Contato